Vida Nova: Uma Reflexão Que Vai Te Ensinar Que É Preciso Dizer Adeus…

Publicado por Equipe Quizlandia em

O mais triste não é dizer adeus, mas não saber para onde ir…

E o mais triste não é dispensar a festa, mas não saber onde e por que você prefere ficar.

Se toda a vida é um caminho, e se toda a vida é uma busca, aceite mesmo que doa, toda a vida é uma despedida. E você só aprendeu a viver quando aprendeu a dizer adeus.

E você não terá aprendido a andar em liberdade, procurando o que não foi alcançado, desde que você não tenha dito adeus ao que foi feito e ao que foi alcançado.

Dizer adeus é uma condição de tudo que se move no tempo. Como você estaria vivendo hoje sem ter dito adeus para o ontem?

Como você gostaria de viver sua manhã sem se despedir de você hoje?

Mas preste atenção. Estamos todos indo embora, mas nem todos nos dizem adeus.

Os animais se vão. As pessoas podem fazer algo mais… dizer adeus.

O que resta sem uma despedida, pode estar ausente ou longe no espaço, mas ainda ligado ao coração, tirando a liberdade que você precisa para viver o seu presente.

Sua primeira separação aconteceu quando você nasceu; é a primeira coisa que você perdeu ou deixou, o seio de sua mãe, quando ainda não estava qualificado para se despedir.

É por isso que eles dizem que, enquanto você não se despediu, mantém uma nostalgia secreta e um desejo oculto de retornar.

E o modo de vida assim iniciado, com uma perda e uma despedida, é uma longa peregrinação de chegadas e partidas.

Sim, você está crescendo. 

Mas crescer é doloroso, assim como o seu nascimento. É por isso que muitas pessoas param e não querem crescer, porque acham difícil dizer adeus.

Deixamos de ser a criança protegida, para entrar nas águas turbulentas da adolescência conturbada.

Dói deixar a adolescência, assumir a juventude com exigências e responsabilidades. Dói aceitar a maturidade adulta, renunciando a juventude eterna.

Dói envelhecer sentindo que o momento da última coisa está se aproximando, celebrar festivamente o encontro final.

A despedida que você não terminou com uma boa despedida é como uma ferida aberta, que sangra toda vez que você a atinge com uma nova derrota. 

Deixe uma lacuna de ausência, que você vai procurar preencher sem perceber, e isso vai fazer você chorar com desânimo a cada nova despedida.

Os gabinetes psicológicos são salas de socorro e oficinas, colocadas ao lado da estrada para que aqueles que não podem continuar sua marcha sejam ajudados, devido ao peso das despedidas inacabadas.

A liberdade e a coragem que você não precisa dizer adeus a tudo o que sobrou e perdeu são a liberdade e a força que lhe faltam para continuar.

Diga adeus: Aos seus pais, responsabilize-se por sua vida.

Diga adeus: As crianças que não precisam mais de você para que sejam livres.

Diga adeus: Ao bem que você viveu, sem se apegar ao tempo que aconteceu, por medo do presente e do futuro.

Diga adeus: Ao mal que você cometeu, sem ser preso por culpa e reprovação, perdoando a si mesmo.

Diga adeus: Aqueles que morreram partiram. De modo que você pare de esperar pelo seu retorno e ande na esperança de encontrar-se com eles…

Diga adeus: Deixe o rio da vida correr, tirando as águas que você está vendo para que as águas que você ainda não viu, que já estão chegando, aconteçam diante de seus olhos…


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.